Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Campus de Altamira inaugura novos espaços acadêmicos

  • Publicado: Segunda, 06 de Novembro de 2017, 23h26
  • Última atualização em Segunda, 02 de Abril de 2018, 20h40
  • Acessos: 1013
imagem sem descrição.

O Campus de Altamira da Universidade Federal do Pará conta com dois novos e modernos espaços para o seu desenvolvimento acadêmico. Na última semana foram inaugurados o bloco de salas de aula Multidisciplinar, que irá receber turmas de Medicina, Letras e Pedagogia; e o Laboratório de Linguagem que irá acomodar a Faculdade de Letras e projetos em parceria com o Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRSX).

Participaram das inaugurações o reitor Emmanuel Tourinho; o Vice-reitor Gilmar Silva; os Pró-reitores de extensão (Proex), Nelson de Souza Junior; de Ensino de Graduação (Proeg), Edmar Costa; de Pesquisa e Pós-graduação (Propesp), Rômulo Simões Angélica; o prefeito Multicampi, Eliomar Azevedo; a coordenadora do Campus Altamira, Maria Ivonete da Silva; e os professores do Campus, Ozélia Santos; Renato da Costa; Nelivaldo Santana e Djair Alves.

O reitor Emmanuel Tourinho frisou que a construção de novas estruturas reflete o esforço da administração em manter uma agenda de crescimento, além de agregar e facilitar o desenvolvimento de pesquisas, e o crescimento acadêmico Multicampi. “A construção desses novos espaços se deve muito ao empenho e perseverança de todos os integrantes do Campus de Altamira. Essa dedicação e esse empenho são exemplos da preocupação que temos em manter uma agenda positiva. Agora vocês têm o desafio de transformar toda esta estrutura física em resultados acadêmicos. Os espaços são extraordinários e devem ser usados para estimular projetos inovadores que alavanquem o desenvolvimento acadêmico do Campus de Altamira”, pontuou o reitor.

Para o vice-coordenador do Campus, professor Djair Alves, a inauguração de modernos espaços é uma demonstração do quanto o Campus tem crescido e se tornado, cada vez mais, uma referência para toda a região do Xingu. “O nosso objetivo é sempre crescer. O crescimento da Universidade, do nosso Campus, significa também o crescimento da cidade de Altamira”, finalizou.

Bloco de Salas Multidisciplinar – O moderno prédio de 1920m², com doze salas de aula e quatro mini auditórios, foi pensado de uma forma que permitisse a acessibilidade para todas as pessoas. O espaço será a nova casa de turmas das Faculdades de Pedagogia, Letras e Medicina.

“Penso que todos os professores, que passaram por aqui nos últimos 30 anos e construíram toda uma história no Campus Altamira, ficariam felizes de saber que agora a Faculdade de Pedagogia tem um novo espaço para agregar mais alunos. Espero que possamos caminhar para uma formação cada vez mais consolidada e aperfeiçoada, para contribuir com a educação na região do Xingu”, disse o professor da Faculdade de Pedagogia, Renato da Costa.

Laboratório de Linguagem – O novo laboratório do Campus constitui a realização de um sonho antigo. No novo espaço inaugurado, irá funcionar a Faculdade de Letras e o Projeto Rede de Linguagens. O novo prédio, de 390m², oferece quatro salas de aula, quatro gabinetes acústicos e uma sala para a coordenação. O prédio foi construído por meio de uma parceria com o Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRSX).

“O Campus da UFPA de Altamira dá um grande passo ao pensar em um laboratório que atenda toda a comunidade, o que era um sonho desde as primeiras turmas da Faculdade de Letras, em 1987. Com certeza, a pesquisa, nessa região de Altamira, da Transamazônica e do Xingu, irá crescer muito”, comemorou o professor da Faculdade de Letras, Nelivaldo Santana.

PDRS Xingu - O Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável (PDRS) do Xingu tem como missão a implementação de políticas públicas e iniciativas da sociedade civil que promovam o desenvolvimento sustentável e a melhoria da qualidade de vida dos habitantes dos municípios de Altamira, Anapu, Brasil Novo, Gurupá, Medicilândia, Pacajá, Placas, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu. O Plano foi desenvolvido a partir da implantação das obras de infraestrutura da Transamazônica e da construção da Usina Hidrelétrica Belo Monte.

O PDRS do Xingu realiza suas ações de acordo com quatro eixos temáticos: Ordenamento Territorial, Regularização Fundiária e Gestão Ambiental; Infraestrutura para o Desenvolvimento; Fomento às Atividades Produtivas Sustentáveis e Inclusão Social e Cidadania, compondo um conjunto de medidas destinadas a atender as demandas de todos os segmentos da sociedade.

Texto: Maissa Trajano – Assessoria de Comunicação da UFPA
Fotos: Alexandre de Moraes

registrado em:
Fim do conteúdo da página